60 ANOS DE SELEÇÃO 

A seleção da Bonsucesso - Nelore Zan alcança em 2022 a marca de 60 anos de seleção e melhoramento da raça Nelore.   

 

Essa histórica começou em 1962, com o trabalho conduzido pelo doutor Arnaldo Zancaner no seu plantel. Ele buscava informações sobre os fatores que podiam trazer maior lucratividade na atividade da pecuária de corte. Essas informações eram consolidadas em matrizes estatísticas para avaliar e selecionar as características de fertilidade, habilidade maternal e de desempenho para peso e precocidade de acabamento frigorifico. Esse foi o início do trabalho pioneiro de melhoramento genético da raça Nelore no Brasil. 

 

A pesagem do rebanho, por exemplo, era realizada todo mês. As medidas aconteciam do nascimento até os 24 meses de idade. Na avaliação, o Dr. Arnaldo buscava informações sobres as correlações entre os parâmetros da curva de crescimento. Era assim que identificava os touros e matrizes que poderiam transmitir os maiores valores genéticos às progênies. 

 

Em 1968, Arnaldo Zancaner apresentou o seu método de avaliação ao Professor de Genética da faculdade de medicina da USP, Warwick Keer. 20 anos mais tarde nascia o Programa de Melhoramento Genético da Raça Nelore (PMGRN), administrado até hoje pela ANCP (Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores). 

 

A parceria entre a Bonsucesso e a USP também resultou nas primeiras teses de mestrado e doutorado da USP e da Universidade de Gainesville, na Flórida, nos Estados Unidos. 

 

O Dr Arnaldo e sua esposa Beatriz, deixaram um legado aos seus três filhos que continuam, quase 60 anos após, a selecionar seus respectivos planteis com o mesmo rigor. 

foto01g.jpeg

Nelore bom pra tudo

Patricia e Michel Caro, titulares da Fazenda Bonsucesso tocam seu gado PO com o objetivo em produtividade, que reúne um conjunto de características genéticas e de biotipo. 

Conforme enfatiza Michel Caro, esse é um “Nelore bom para tudo”: forte em eficiência reprodutiva (fertilidade, habilidade maternal staybility); desempenho, ganho de peso e padronização de frigorífico; precocidade e qualidade da carcaça (área de lombo, espessura de gordura e marmoreio). 

 

Essa produção diferencia a Bonsucesso no setor pecuário. Um exemplo disso são os seus reprodutores e touros de Centrais como BERLOQUE, JAMBO, GALVIN, IKATAN E IRAK, e as novas gerações, também contratados, QUARUP, QUILOMBO, VANCOUVER, SCORFF, entre outros. 

icone cabeças.png

processo de seleção

A Bonsucesso maneja as matrizes PO, suas crias e as recrias em regime de pasto nas unidades de São Paulo (Guararapes) e Mato Grosso (Água Boa). Do nascimento até os 18 meses, são realizadas as avaliações biométricas. Durante este processo são realizados os descartes dos produtos que não atendem aos padrões raciais, funcionais e fenotípicos da Bonsucesso.

Os parâmetros são transmitidos aos centros de pesquisa de melhoramento genético que irão produzir as deps e índices de avaliações.

O PMGRN da ANCP
O GENEPLUS da EMBRAPA
O PMGZ da ABCZ

A fazenda utiliza a ultrassonografia para a seleção das características associadas a qualidade da carcaça. Realizada pela empresa AVAL ao sobreano, a tecnologia avalia a área de lombo e a espessura de gordura sendo que existe uma alta correlação destas características com a precocidade sexual, portanto um importante fator de rentabilidade.

Comprometida com as novas tecnologias, a Bonsucesso firmou uma parceria com a empresa de biotecnologia Zoetis ao realizar a análise dos marcadores moleculares das gerações novas do plantel com o CLARIFIDE. O DNA dos animais irá se consolidar no banco de dados do Programa da ANCP, onde serão calculas as deps genômicas de alta acurácia logo na primeira idade dos jovens bezerros.

Através desse processo seletivo, a marca seleciona produtos de qualidade:

  • Reprodutores jovens para agregar produtividade nos rebanhos dos nosso clientes;

  • Produtores de sêmen;

  • Doadoras, que irão produzir embriões;

  • Matrizes boas de leite e com excelente temperamento;

  • Bezerros pesados na desmama;

  • Novilhos precoces com altos índices de rendimento no frigorífico.

certificado.png

global g

Na ANCP, a fazenda possui todas as certificações: a G1, que trata da qualidade da informação; a G2, que refere-se ao melhoramento genético; e a G3, que visa a sustentabilidade genética.

meio ambiente.png

meio ambiente

A Bonsucesso está sempre atenta a proteção do meio ambiente, e buscando sistemas de preservação e multiplicação dos recursos naturais. Com atenção constantemente voltada para os rios, córregos, nascentes, matas ciliares, matas e reflorestamentos.

O sistema pastoril busca por sua vez as indispensáveis melhorias do padrão e qualidade do solo com as devidas correções, proteções, e rotações de culturas.